jusbrasil.com.br
16 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    TJPR realiza nesta sexta (14/6) o Primeiro Ciclo de Capacitações a adolescentes inseridos em projeto de acolhimento

    Tribunal de Justiça do Paraná
    há 4 meses

    TJPR realiza nesta sexta (14/6) o Primeiro Ciclo de Capacitações a adolescentes inseridos em projeto de acolhimento
    Iniciativa busca desenvolver a autonomia dos jovens acolhidos
    Qua, 12 Jun 2019 15:33:40 -0300

    Nesta sexta-feira (14/6), a partir das 13h30 na Esplanada do Prédio Anexo ao Palácio da Justiça, terá início o Primeiro Ciclo de Capacitações Internas de adolescentes sob medida socioeducativa ou sob medida protetiva de acolhimento (familiar ou institucional), que participam do Projeto ‘Acolhimento de Jovens Aprendizes’ (AJA), desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR).

    Combate ao trabalho infantil

    O evento ocorre na mesma semana do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil (12 de junho), estabelecido em 2002 por iniciativa da Organização Internacional do Trabalho (OIT) – agência vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU).

    O objetivo dos organizadores deste Primeiro Ciclo de Capacitações é alertar a comunidade em geral sobre a realidade do trabalho infantil, uma prática que se mantém corriqueira em diversas regiões do Brasil e do mundo. A capacitação busca garantir o desenvolvimento da autonomia e do protagonismo dos jovens acolhidos e promover os direitos e a inclusão social desses adolescentes.

    Jovens Aprendizes

    O público-alvo são os 50 adolescentes inseridos nas unidades judiciárias do Tribunal de Justiça a partir do Protocolo de Intenções firmado em 12 de junho de 2018 pela Presidência e Corregedoria-Geral da Justiça do TJPR, pelo Ministério Público Estadual e do Trabalho, pela Justiça do Trabalho, pela ESPRO e pela empresa MADERO.

    As temáticas desenvolvidas neste e nos próximos cinco encontros, agendados até o final do próximo semestre, complementarão a habilitação dos jovens aprendizes em situação de vulnerabilidade, com a finalidade de prepará-los para o trabalho e para a aquisição de autonomia profissional e social.

    O evento está sendo promovido pelo Conselho de Supervisão e Coordenadoria Estadual dos Juízos da Infância e Juventude (CONSIJ-CIJ/PR), pela Corregedoria-Geral da Justiça e pelo Departamento de Gestão de Recursos Humanos do TJPR (Divisão de Estágio – Programa de Aprendizagem) em conjunto com a ESPRO – Ensino Social Profissionalizante.

    Objetivos das oficinas

    - Orientação do aprendiz na construção do projeto de vida - autonomia pessoal, como forma de possibilitar o desenvolvimento de auto-gestão, auto sustentação e independência;

    - Conscientização do aprendiz acerca da importância do primeiro emprego e da qualificação profissional para o exercício da vida adulta, particularmente, pós-acolhimento e consequente auto sustentação;

    - Informação e esclarecimento do aprendiz sobre a questão da empregabilidade e suas consequências para a sua vida profissional;

    - Estimulação do jovem ao aprendizado da educação financeira - organização doméstica, planejamento pessoal, bem assim ao protagonismo juvenil.

    Programação

    13h30

    Abertura do evento

    - Dr. Sergio Luiz Kreuz - Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Paraná.

    - Dra. Noeli Salete Tavares Reback - Juíza Dirigente da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Paraná – CIJ-PR

    - Des. Fernando Wolff Bodziak - Presidente do Conselho de Supervisão dos Juízos da Infância e da Juventude do Paraná – CONSIJ-PR

    13h45

    Exposição Sobre o ESPRO e a parceria do projeto com o TJPR - Soraia Melchioretto - gerente da ESPRO

    Palestra sobre a Erradicação do Trabalho Infantil - Desª Rosemarie Diedrichs Pimpão, do Tribunal Regional do Trabalho 9ª Região (TRT-9)

    Intervalo

    16h

    Palestra - Psicóloga Mara Águila

    17h30

    Encerramento

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)