jusbrasil.com.br
18 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Agravo de Instrumento: AI 1690462 PR Agravo de Instrumento - 0169046-2

Tribunal de Justiça do Paraná
há 17 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AI 1690462 PR Agravo de Instrumento - 0169046-2
Órgão Julgador
7ª Câmara Cível
Publicação
08/04/2005 DJ: 6844
Julgamento
29 de Março de 2005
Relator
Accácio Cambi
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

REMOÇÃO DE INVENTARIANTE. VENDA DE IMÓVEL SEM AUTORIZAÇÃO DOS DEMAIS HERDEIROS. PROCEDÊNCIA. AGRAVO. DECISÃO CONFIRMADA.

1. A alienação de bens do espólio pelo inventariante somente é possível, ouvidos todos os interessados e mediante autorização judicial (art. 992, inc. I, do C.P.Civil).
2. Ocorrendo a venda de imóvel sem o cumprimento daquelas exigências, impõe-se a remoção da inventariante, por violação de obrigação legal.

Acórdão

ACORDAM os Magistrados integrantes da Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em negar provimento ao agravo.

Resumo Estruturado

AGRAVO DE INSTRUMENTO, REMOCAO, INVENTARIANTE, ALIENAÇÃO, BENS, ESPOLIO, INOCORRENCIA, AUTORIZACAO, HERDEIRO.
Disponível em: https://tj-pr.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5182272/agravo-de-instrumento-ai-1690462-pr-agravo-de-instrumento-0169046-2

Informações relacionadas

Artigoshá 6 anos

Nomeação do inventariante e seu papel no processo de inventário

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Agravo de Instrumento: AI 1690462 PR Agravo de Instrumento - 0169046-2

Rodrigo Costa Advogados, Advogado
Artigosano passado

Herança: um guia completo sobre sucessão de bens